My Favorite Brazilian Books Translated to English + 1 Written in English

Hello bookworms!

So, in case you don’t know, I’m Brazilian! I don’t talk much about Brazilian books here because they don’t get translated very often and I have little access to them in Germany, but I love reading in Portuguese – it’s a beautiful, beautiful language that I miss all the time. I thought it would be a nice and timely post to publish, some stories that don’t involve capitalizing on Latinx pain but rather tell stories about identity, love, adventure and so on. Who knows, you might even humanize us! (If you don’t get my joke, read this)

(Also, I don’t like Paulo Coelho’s writing, so please don’t ask me in the comments why I didn’t include his books here.)

Blog Divider

stubborn archivist yara rodrigues fowler

Stubborn Archivist by Yara Rodrigues Fowler

This book is written originally in English, which means it’s probably the most accessible book from this list! It’s the story of a young woman, half-English, half-Brazilian, living in the UK and navigating her identity through her life. It was a very interesting experience to read this book as I was nodding along “Yes, it’s exactly like that!”. Really good representation, although I feel like readers with no context on Brazilian culture & history might feel a little lost.

My Review / Goodreads (EN) Continue reading

Resenha: Felicidade Clandestina, por Clarice Lispector

felicidade clandestina clarice lispectorNota: ★★★★☆

Gêneros: Contos, Ficção Literária

Goodreads / Skoob

Meus colegas de classe e eu fomos obrigados a ler esta obra durante o Ensino Médio e, na época, lembro que nos chamou a atenção o conto O Ovo e a Galinha: nenhum de nós entendeu nada, e o conto nos deixou tão atônitos, que eu nem mesmo me recordava do resto do livro. Mais de dez anos depois, essa linda edição da Rocco me convence a dar uma segunda chance a Clarice Lispector (ou três: acabei levando também A Hora da Estrela e Água Viva). Continue reading

Resenha: Tudo Nela Brilha e Queima, por Ryane Leão

tudo nela brilha e queima ryane leaoNota: ★★★★★

Gêneros: Poesia, Não-ficção

Goodreads / Amazon / Skoob

Tudo Nela Brilha e Queima é uma coleção de poesias da autora de Cuiabá também dona do projeto Onde Jazz Meu Coração. Esse estilo de poesia contemporânea conquistou meu coração com autoras como Amanda Lovelace e Rupi Kaur, e com Rayane Leão não foi diferente. Cada poema, mesmo os mais curtinhos, são incrivelmente intensos, ardentes e emocionantes. Estou completamente apaixonada por este livro e recomendo para qualquer pessoa que ame poesia.

Segundo minha irmã esta autora popularizou bastante no Instagram, e não é por menos. Acho que os poemas vão ressonar com muitas pessoas, especialmente mulheres que estão todos os dias encarando os padrões da sociedade e tentando rejeitá-los, tentando ser autênticas e fortes. O tema de sororidade permeia as páginas e terminei o livro me sentindo fortalecida. Não consigo escolher um poema preferido! Este é um daqueles livros que você vai querer manter na cabeceira da cama para reler e reler.

só há revolução
quando há amor
por nós mesmas

img_20190109_142829_2913208615813158017286.jpg

Resenha: A Linguagem do Amor, por Lola Salgado

a linguagem do amor lola salgado

Nota: ★★★★☆

Gêneros: Romance

Este livro veio recomendado por uma boa amiga minha, que é fã de romances e com certeza é mais conhecedora desse gênero do que eu! Então peguei uma cópia pela Amazon Unlimited bem animada.

A Linguagem do Amor é a história de Rebecca, caloura do curso de Letras que acabou de se mudar para Maringá e sonha em trabalhar numa editora um dia. Suas paixões incluem ler e desenhar, e ela tem um objetivo nessa nova etapa de sua vida: se dedicar aos estudos e não deixar nada distraí-la. Mal sabe ela que seu novo vizinho, um barbudo rude e grosseiro, pode vir a causar alguma distração… Continue reading

Resenha: Caixão Fechado, por Sophie Hannah

caixao fechado sophie hannah

Nota: ★★★★☆

Gêneros: Mistério, crime

Este é o segundo livro de Sophie Hannah continuando a nova série de livros com o detetive Hercule Poirot, de Agatha Christie. Na verdade, eu não ia ler esse livro, já que li Os Crimes do Monograma e achei bem meh. Mas no fim me emprestaram este livro e pensei: por que não?

A minha impressão imediata é que Caixão Fechado tem um estilo muito mais parecido com o de Agatha Christie do que o primeiro livro. Isso já me deixou mais animada para ler, e acabei me envolvendo com a história e o mistério. Tanto a história como os personagens tinham um ar bem nostálgico com uma senhora rica mudando o testamento e logo depois disso… um assassinato ocorre! Me lembrou um pouco O Natal de Poirot, entre outros. Continue reading

How My Book Ban Went + Book Haul (hahaha)

Hello, bookworms!

So I went on a book ban. My boyfriend challenged me to go not buy books for a month, and despite the misleading title (hehe), I made it!!

It was not too easy, really, especially on the first week it was borderline impossible not to buy a lot of books. I must have added like 50 books to my TBR in the meantime (probably more), and while I really wanted to get a few of those quite badly and there are one or two I actually still want to read this year, it was a good decision!

I went through the books I already had and made a big dent on my physical TBR, so I’m very proud of myself! Continue reading